Juntos podemos fazer coisas grandiosas!


Por Kaue Klingelfus Badia

Em 26/10/2019, as alcateias Kaa e Baloo junto com a Tropa Titan realizaram no Carrefour Champagnat de Curitiba o seu MutCom, convidando os clientes da loja a se somar a uma grandiosa ação: um projeto de arrecadação de itens básicos para o Projeto Vovó Otília.
Muitas pessoas não sabem o que é um MutCom, e se você é uma delas, aí vai a resposta: o MutCom é a sigla de “Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Comunitária”, uma atividade de mobilização nacional voltada à integração e colaboração dos Escoteiros do Brasil com a sociedade. O tema de 2019 foi Aventura Saudável. O que nossos escoteiros e lobinhos resolveram fazer? Uma forma de viver saudável é cuidar da nossa saúde mental. Para isso, contribuir para o bem-estar dos outros pode ser uma importante estratégia e foi isso o que fizemos!

Quem recebeu as doações?

O Projeto Vovó Otília, que foi desenvolvido em 1996, recebeu esse nome como uma forma do fundador homenagear sua progenitora. O projeto atende crianças de 03 a 05 anos de idade. As crianças são atendidas em 03 turmas: Maternal II, Jardim I e Jardim II e funciona de segunda a sexta das 08h às 17h. O projeto faz parte da Ação Social Edson Magalhães, que desenvolve importante trabalho para toda a comunidade de Piraquara. Conheça mais em https://acaosocial.org.br/creche-vovo-otilia/

E o nosso resultado?

No fim de tudo, nós escoteiros, lobinhos e escotistas do Santos Dumont, o Carrefour Champagnat e seus clientes arrecadamos 1 tonelada de alimentos, para ser mais exato, essas foram as quantidades: Açúcar: 51Kg; Arroz: 445Kg; Feijão: 97Kg; Fubá: 56,5Kg; Macarrão: 13,5Kg; Óleo: 59L; Azeite: 1,6L; Leite em pó: 3Latas; Achocolatado: 44 Pacotes/Latas; Pasta de dente: 100Unit.; Escovas de dente: 103Unit.; Sabonetes: 34Unit.; Leite: 198L; Papel higiênico: 16 Rolos. Os donativos tiveram um valor estimado de R$ 6.300,00.
No dia 29 do mesmo mês o CFL (Clube da Flor de Lis) entregou as doações à instituição Vovó Otília. “Pudemos sentir a felicidade da Coordenadora do Projeto, a Vanessa, que nos falou com lágrimas nos olhos que aqueles alimentos eram uma benção de Deus, pois seus estoques estavam bem baixos”, menciona a escotista Mariles Galkowski do CFL.
Nós escoteiros (e aqueles que não são, também) deveríamos fazer ações como essas sempre! Porque assim estaremos colaborando com a sociedade e nos preparando para a vida adulta, suas dificuldades e o convívio durante esse período da vida. Por este motivo eu gosto deste tipo de atividade e me senti honrado de poder contribuir.

  • Compartilhe:

Últimos Eventos

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens