Afinal, o que é SERVIR?


Por Maiara Miotti Cunha

No dia 09/05, o Clã Pioneiro Santos Dumont realizou sua atividade semanal rotineira durante a quarentena através de uma videochamada. Nesta ocasião, o tema central do fim de semana foi uma competência de caráter, com o seguinte item: “Ler e debater com seu clã, ou com outros clãs, usando a bibliografia escoteira recomendada para o Ramo, sobre o verdadeiro significado de ser pioneiro e do lema ‘Servir’, e sugerir formas variadas e interessantes de ação no momento atual”.

O Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa define como “servir” um verbo de significados como:

  1. Ajudar, auxiliar;
  2. Prestar serviços;
  3. Ser favorável, favorecer.

Dentro do escotismo e do clã pioneiro, o lema do ramo remonta a um acontecimento histórico. Em 1346, na Batalha de Crécy (Guerra dos Cem Anos), o rei João Luxemburgo, da Boêmia, foi morto em combate após vitória da Inglaterra. Sua nobreza e dedicação surpreenderam Eduardo, o Príncipe Negro, de Gales, que retirou seu escudo do local e o preservou com três plumas de avestruz, em formato semelhante a uma flor de lis. Nesse mesmo escudo, constava a inscrição ICH DIEN (“eu sirvo”, do alemão antigo), que inspiraria Baden Powell a considerar a herança dessas palavras como digna de ser portada por todos aqueles que demonstram com honra o espírito de ser um verdadeiro pioneiro.

Por sua vez, “pioneiro”, segundo o livro Clã Pioneiro em Ação, diz respeito àquele que:

  1. Pratica o serviço aos outros como uma forma de construir um mundo melhor;
  2. Viaja pelo mundo para conhecer e transformá-lo e, nesse processo, também se transforma;
  3. Compromete-se a viver os valores da Promessa e Lei escoteiras.

Em 1917, Baden Powell usou o termo “roover” para denominar o novo ramo que incentivava os jovens a manterem vínculos com o escotismo por iniciativa própria e a delinear projetos para suas vidas. A ideia expandiu-se até que em 1922 foi publicado o livro “Roovering to Success”. No Brasil, foi traduzido por Bonifácio Antônio Borba e lançado em 1939 com o nome “Caminho para o sucesso”, no qual recebeu a denominação de ramo pioneiro.

Com a apresentação desses conceitos, bem como a aplicação de diversas dinâmicas relacionadas ao tema, o clã conseguiu criar um momento interessante de troca de experiências pessoais e percepção do impacto dos valores escoteiros (ou mais especificamente, pioneiros) diariamente na construção de vidas e de um mundo melhores. Ao que diz respeito na última linha sobre “formas variadas e interessantes de ação no momento atual”, foi proposto um desafio pelos organizadores da atividade de 7 metas, uma para cada dia da semana, com pequenos gestos a serem feitos em tempos de pandemia, mas que demonstram da mesma forma o verdadeiro significado de “Servir”.

Referências:

O LEMA PIONEIRO. Disponível em: http://grupoescoteirojabuti.org.br/index.php/pioneiros/a-mistica-do-cla/o-lema-pioneiro/. Acesso em: 19 maio 2020.

 

RAMO Pioneiro. Disponível em: https://www.escoteiros.org.br/ramo-pioneiro/. Acesso em: 19 maio 2020.

CLÃ Pioneiro em Ação. 2018. Documento oficial elaborado pela União dos Escoteiros do Brasil. Disponível em: https://www.escoteiros.org.br/wp-content/uploads/2019/06/Cla_pioneiro_em_acao.pdf. Acesso em: 19 maio 2020.

 

  • Compartilhe:

Últimos Eventos

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens