Uma aventura de cinema entre as Alcateias e a Titan

Por Artur da Paz Vieira Brito e Priscila da Paz Vieira

Nosso sábado, dia 24 de outubro, foi muito animado e diferente. Isso porque nós reunimos, virtualmente (é claro), as alcateias Baloo, Bagheera e Kaa e a Tropa Escoteira Titan. O convite veio dos escoteiros e nós aceitamos prontamente.

Nos encontramos pontualmente às 14:30. Foi bonito ver o hasteamento virtual das nossas quatro bandeiras! A escoteira Marianna da Mata nos explicou que visitaríamos quatro bases relacionadas a filmes e nos dividimos em equipes, que misturaram lobinhos e escoteiros. A minha foi a Equipe 3 (eu adorei, porque fiquei junto com meu amigo Bruno Chaves, que agora é escoteiro. Já fazia tempo que não fazíamos atividades juntos).

Nossa primeira base foi a do “Bob Esponja e o Tangram”. Os escoteiros João Gonçalves e o Lucas Pontes (na verdade, nós o chamamos de Café) nos explicaram que o Bob Esponja está querendo ficar muito inteligente e descobriu que praticar com o tangram é uma boa estratégia. Nos unimos a ele e recortamos as peças dos nossos tangrams. O primeiro desafio foi montar a sede do Grupo (quem sabe assim matamos as saudades, né?). A Kotick da Bagheera nos desafiou a montar todos os animais da jângal em tangram… será que é possível?

Também teve a base do “Harry Potter, o invisível visível”. As escoteiras Nina Kastrup e Marianna, ops, melhor seria dizer as professoras Nina Mcgonagall e NN Snape, nos ensinaram as palavras mágicas “Ver invisimilus” e com a ajuda das nossas varinhas mágicas foi possível encontrar letras e desenhos escondidos em diversas imagens! Eu adorei essa base.

A base “Mickey adora música” foi muito animada. As escoteiras Camilla Kuribara e Sofia Pimentel, com suas orelhas de Minnie, nos ensinaram a música dos copos. Ufa… foi desafiador. Combinamos de praticar para, no nosso retorno às atividades presenciais, fazermos uma sinfonia em conjunto, em ritmo super acelerado (velocidade é a minha especialidade!!!)

E finalmente, teve a base “Monstros S.A: desenhar o próprio monstrinho”. A Mari Dambrós e o Gabriel Dalke nos disseram que a Walt Disney pediu nossa ajuda para desenhar um novo monstrinho para os próximos filmes. Eles nos deram algumas orientações e nós mostramos nossa criatividade! Descobrimos que cada um tem um jeito de desenhar e que todos esses jeitos são legais. O importante de tudo, especialmente para nós do movimento escoteiro, é respeitarmos “os jeitos” de todas as pessoas.

Chegou o momento do encerramento. “Ah….. passou muito rápido”, dissemos muitos de nós. Gostamos muito desse encontro, afinal, se no movimento escoteiro somos todos irmãos, significa que o Grupo Escoteiro Santos Dumont é uma família! Família que é família se conhece bem, então, essa tarde em conjunto foi fundamental para nos conhecermos ainda mais. Já combinamos de fazer um novo encontro, mas PRESENCIALMENTE. Esperamos que seja logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *