MutCom GESD 2021

O MutCom é o “apelido” que damos ao Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Comunitária. É uma atividade de mobilização nacional que tem por objetivo promover a integração e a colaboração dos Escoteiros do Brasil com a sociedade.

O Grupo Escoteiro Santos Dumont realizou diversas atividades vinculadas ao MutCom em 2021 e uma delas foi muito especial, pois envolveu todo o Grupo.

Recentemente as manchetes dos jornais foram dominadas pela situação delicada no Afeganistão.  Sensibilizados pela dor de muitos afegãs, nosso Grupo se somou à campanha de arrecadação de produtos de higiene pessoal, liderada pela Igreja Presbiteriana de Curitiba, que irá receber 10 famílias refugiadas, em torno de 110 pessoas.

Durante o mês de setembro a Família GESD recebeu as doações. O resultado foi um sucesso: 214 escovas de dente; 293 pastas de dente; 416 sabonetes; 153 shampoos/condicionadores e 136 outros itens. No dia 9 de outubro alguns jovens, escotistas e pais fizeram a entrega na sede da Igreja, no centro de Curitiba.

Estar “Sempre Alerta” para ajudar o próximo: esse é o nosso lema e o nosso compromisso! Nosso desejo é que as famílias afegãs que virão à Curitiba sejam bem recebidas e que possam reconstruir suas vidas com amor e paz.

GESD prepara Festa Julina e Fogo de Conselho

No dia 3 de julho de 2021 a Família GESD se reuniu para um encontro especial: Festa Julina e Fogo de Conselho. A atividade marcou o encerramento do semestre, mas também, marcou a fraternidade escoteira que nosso Grupo constrói há quase 63 anos.

Todas as bandeiras foram hasteadas para a abertura geral, afinal de contas, é justo comemorar que, apesar da pandemia, nosso Grupo manteve ativa suas atividades. Como toda boa festa julina, teve bingo, com direito a “prenda” para os que fizeram cartela cheia – famílias Kalluf, Pedrón e Zinher adoraram os brindes!!!

Sem comida não é festa, não é mesmo? Por isso uma base, bem docinha, foi especialmente dedicada para a preparação de uma pipoca mateira. E finalmente, uma base bem artística, garantiu as lanternas que utilizamos para a segunda parte da nossa atividade.

Nosso encontro concluiu com um Fogo de Conselho, que iniciou com várias mensagens de carinho do “Correio Elegante GESD”. Além disso, demos boas risadas com a esquete, preparada por jovens de todas as seções e escotistas, que nos ajudou a relembrar que apesar de o escotismo ser bem velhinho (já são 104 da fundação por Baden Powell) nossa promessa escoteira nunca sai de moda, jamais será “cringe”. E claro, para reforçar que acreditamos que logo estaremos juntos, nossa noite encerrou com a Canção Despedida ao som do violão e da gaita de boca, um presente dos chefes Giovanni Pedrón e Osmar Ponchirolli e do escoteiro Henrique Pedrón.

Agora, vamos recuperar energias e renovar esperanças de que logo estaremos pertinho e fazendo tudo que mais gostamos no escotismo: acampar, brincar, fazer amigos…

Slide do PowerPoint que possui todas as bandeiras do grupo.

Detetives do Prédio Azul

Por JÚLIA COIMBRA KELLERMANN, Escotista Alcateia Bagheera

No último final de semana, os lobinhos das alcateias Kaa, Bagheera e Baloo participaram do acampamento dos Detetives do Prédio Azul, em que tiveram que resolver um grande mistério: o desaparecimento dos Dumonzinhos do GESD!

Durante todo o final de semana nossos pequenos detetives investigaram e encontraram diversas pistas que levaram à resolução do crime. Descobriram, por fim, que não era um crime: os escotistas Sara e Arcelino pegaram os Dumonzinhos para cuidar deles enquanto não voltamos às atividades presenciais, pois estavam sozinhos na sede do grupo.

Porém, quando viram a polícia chegando, se assustaram e saíram correndo. Aprendemos, com tudo isso, como pode ser difícil dizer a verdade quando fazemos algo errado, mas que sempre é necessário ser honesto para esclarecer a situação e não deixar nenhum mal entendido.

Uma aventura de cinema entre as Alcateias e a Titan

Por Artur da Paz Vieira Brito e Priscila da Paz Vieira

Nosso sábado, dia 24 de outubro, foi muito animado e diferente. Isso porque nós reunimos, virtualmente (é claro), as alcateias Baloo, Bagheera e Kaa e a Tropa Escoteira Titan. O convite veio dos escoteiros e nós aceitamos prontamente.

Nos encontramos pontualmente às 14:30. Foi bonito ver o hasteamento virtual das nossas quatro bandeiras! A escoteira Marianna da Mata nos explicou que visitaríamos quatro bases relacionadas a filmes e nos dividimos em equipes, que misturaram lobinhos e escoteiros. A minha foi a Equipe 3 (eu adorei, porque fiquei junto com meu amigo Bruno Chaves, que agora é escoteiro. Já fazia tempo que não fazíamos atividades juntos).

Nossa primeira base foi a do “Bob Esponja e o Tangram”. Os escoteiros João Gonçalves e o Lucas Pontes (na verdade, nós o chamamos de Café) nos explicaram que o Bob Esponja está querendo ficar muito inteligente e descobriu que praticar com o tangram é uma boa estratégia. Nos unimos a ele e recortamos as peças dos nossos tangrams. O primeiro desafio foi montar a sede do Grupo (quem sabe assim matamos as saudades, né?). A Kotick da Bagheera nos desafiou a montar todos os animais da jângal em tangram… será que é possível?

Também teve a base do “Harry Potter, o invisível visível”. As escoteiras Nina Kastrup e Marianna, ops, melhor seria dizer as professoras Nina Mcgonagall e NN Snape, nos ensinaram as palavras mágicas “Ver invisimilus” e com a ajuda das nossas varinhas mágicas foi possível encontrar letras e desenhos escondidos em diversas imagens! Eu adorei essa base.

A base “Mickey adora música” foi muito animada. As escoteiras Camilla Kuribara e Sofia Pimentel, com suas orelhas de Minnie, nos ensinaram a música dos copos. Ufa… foi desafiador. Combinamos de praticar para, no nosso retorno às atividades presenciais, fazermos uma sinfonia em conjunto, em ritmo super acelerado (velocidade é a minha especialidade!!!)

E finalmente, teve a base “Monstros S.A: desenhar o próprio monstrinho”. A Mari Dambrós e o Gabriel Dalke nos disseram que a Walt Disney pediu nossa ajuda para desenhar um novo monstrinho para os próximos filmes. Eles nos deram algumas orientações e nós mostramos nossa criatividade! Descobrimos que cada um tem um jeito de desenhar e que todos esses jeitos são legais. O importante de tudo, especialmente para nós do movimento escoteiro, é respeitarmos “os jeitos” de todas as pessoas.

Chegou o momento do encerramento. “Ah….. passou muito rápido”, dissemos muitos de nós. Gostamos muito desse encontro, afinal, se no movimento escoteiro somos todos irmãos, significa que o Grupo Escoteiro Santos Dumont é uma família! Família que é família se conhece bem, então, essa tarde em conjunto foi fundamental para nos conhecermos ainda mais. Já combinamos de fazer um novo encontro, mas PRESENCIALMENTE. Esperamos que seja logo!

GESD participa, pela segunda vez, da Meia Maratona de Curitiba 2020

Por Matheus Santana e João Vitor Gonçalves

A exemplo do que fizemos ano passado, no dia 09/02 as tropas escoteiras Titan e Senta a Pua, as Akelás das Alcateias Bagheera e Baloo e um dos mestres do Clã Pioneiro se reuniram para uma grande tarefa: animar e hidratar os corredores da meia maratona de Curitiba. No total, 28 pessoas do GESD participaram dessa atividade.

Nosso grupo de dividiu em dois pontos e o encontro ficou agendado para às 5h da manhã. A Titan se concentrou em frente à Unicuritba e ficou responsável pelo Posto 4 de hidratação (Rua Chile x R. Desembargador Westphallen) – ponto que coincidiu com a metade do percurso para aqueles que correram a meia maratona. Já a SAP se encontrou em frente à Clínica Veterinária Maestro e ficou responsável pelo Ponto 6 (Rua Guilherme Pugsley x R. Morretes).

Depois do lanchinho, nos preparamos para a chegada dos corredores. Nossa tarefa era simples (mas muito relevante): entregar os copinhos de água; garantir a limpeza do entorno, recolhendo o descarte dos atletas; e, possivelmente a mais importante, dar apoio moral para os corredores, animando-os a seguir com foco.

O que inicialmente parecia fácil, entregar a água, não foi tão simples assim. Recebemos, ao mesmo tempo, uma quantidade grande de atletas, que vinham correndo, com muita sede e desesperados por um copo de água. Somado a isso, com a velocidade e o desejo de não perder tempo, alguns copos acabaram caindo da nossa mão, explodindo no chão. Bem, podem imaginar que demos muitas risadas.

Foi uma atividade divertida! Uma grande oportunidade para divulgarmos o movimento escoteiro e ainda exercitarmos nosso compromisso de ajudar o próximo.

Sempre Alerta!

UEB convoca, e GESD apoia, campanha para desabrigados e desalojados de MG

Por Kaue Klingelfus Badia

O terceiro artigo da lei escoteira diz: “o escoteiro está sempre alerta para ajudar o próximo”. E foi justamente isso que fizemos após o chamamento da UEB Paraná (clique aqui para ler a notícia). As fortes chuvas do início do mês de fevereiro deixaram mais de 28 mil pessoas desalojadas em Minas Gerais. Mais de 4 mil ficaram sem suas casas.

Os escoteiros do Brasil ajudaram fortemente arrecadando alimentos, roupas e itens de limpeza para serem distribuídos aos afetados com as chuvas. A arrecadação do Paraná foi gigante pois muitos ajudaram. Ah, vale lembrar que as doações somaram pontos para os Jogos da Fraternidade, que vão acontecer no dia 24 de maio.

Tenho certeza de que todos os mineiros afetados deveriam estar precisando muito e ficaram super felizes em receber esses materiais. Para mim, que organizei uma campanha no meu prédio, junto com outros colegas que organizaram nos seus condomínios, foi uma boa oportunidade de praticar o escotismo, mas também de dar aquela esvaziada na casa tirando aquilo que já não usamos mais. Além do mais, foi importante para percebermos que outros precisam daquilo que temos em excesso.

Acamgesd – aventura que reúne toda a Família Santos Dumont

Por Isabel Carreira Ribeiro Proença de Moraes (lobinha); Marianna Kmecick da Matta (escoteira); Letícia Ponchiroli (guia); Paola Andrea Jaeger dos Santos (pioneira); Alexandra Negri Michels (mãe); Priscila da Paz Vieira (escotista); Milena Budant  Perottoni (escotista)

O Acamgesd é o grande acampamento anual do Grupo Escoteiro Santos Dumont, no qual os jovens de todos os ramos, escotistas, Diretoria, CFL e pais se reúnem para vivenciar de maneira muito especial momentos únicos de fraternidade, aventuras e animação. Neste ano o Acamgesd teve mais de 230 participantes, e foi realizado nos dias 15, 16 e 17 de novembro, na chácara Paraíso, em Balsa Nova.

Primeiro dia, sexta-feira:

Logo após a abertura, com hasteamento das bandeiras e entregas especiais, teve a organização dos campos por ramo, com a seguinte estrutura: o ramo lobinho acantonou, ficaram em alojamento. Os ramos escoteiro, sênior e pioneiro, acamparam separadamente. Os pais e o CFL ficaram em alojamento separado dos lobinhos. A alimentação para todos foi no refeitório do local e preparada pelos proprietários do local – excelente momento para confraternização.

Após a organização das seções e do almoço, começaram as atividades. Os jovens foram divididos em patrulhões e passaram por diversas bases que tinham como tema as 7 Maravilhas do Mundo. As atividades foram bem dinâmicas e conseguiram abranger todos os ramos. Foram desafios que fizeram com que os jovens de diferentes ramos se conhecessem melhor e trabalhassem em equipe.

Os pais foram recepcionados pelo Clube Flor de Lis – CFL e com ajuda dos jovens do Clã realizaram várias atividades, jogos, brincadeiras, disputa entre equipes, etc. O primeiro desafio foi formar patrulhas, dar nomes e escolher um monitor. Depois os monitores foram convocados para receber instruções para concluir uma determinada tarefa e eles tinham que passar para a patrulha essa mesma explicação. Foi uma excelente atividade de integração para os pais, pois através dela percebeu-se o quanto os jovens são desafiados dentro do movimento escoteiro a exercitar liderança, cooperação, autonomia, espírito de equipe, entre outros. Foi também uma oportunidade de conhecer um pouquinho mais sobre o trabalho lindo que o CFL realiza junto ao movimento escoteiro, atuando no planejamento das atividades sempre preservando a segurança dos jovens.

À noite, uma programação especial: a Festa dos Super-heróis (o tema do acampamento!). Música, dança e até um concurso de fantasias, que foi o ponto alto deste dia. Não teve quem não se divertiu!

O concurso foi organizado pelos pioneiros, muito experientes nisso (já que anualmente realizam a tradicional “Festa à fantasia). O concurso teve presenças ilustres como Aquaman, Pantera Negra, Mulher Maravilha, Batman, até um Ninja participou!

E não faltou criatividade: as fantasias estavam bem elaboradas, inclusive algumas foram preparadas pelos próprios participantes! As duas vencedoras ganharam um prêmio especial: sabonetes e cremes muito cheirosos!

Com tantos heróis na pista, e nenhuma briga Marvel vs. DC, pode-se afirmar que a festa foi um sucesso!

Segundo dia, sábado:

O alvorada foi às 7 da manhã (haja força para sair das barracas e dos beliches!!!) e após o café da manhã, todos participaram da atividade espiritual: momento para reflexão sobre empatia e a importância do cuidado uns com os outros. Vários bilhetinhos de agradecimento e reforço da amizade emocionaram a todos.

Então, é dado o sinal de início de mais um dia de aventura, que teve destaque para o Toboágua, possivelmente a atividade mais querida desse Acamgrupo!

Pela manhã, lobinhos e o clã foram para o toboágua. Os pioneiros e pioneiras se divertiram escorregando com os lobinhos, e inclusive os ajudando a descer, em duplas.

Escoteiros e sêniores tiveram a mesma oportunidade, no período da tarde. Até alguns pais corajosos participaram da aventura. Foi, para todos, um momento de vencer medos, ousar e se divertir.

O restante da programação foi realizada por seções. O que cada um fez?

As alcateias seguiram para mais uma tarde de jogos e atividades onde um vilão viajou no tempo e modificou a vida de Baden-Powell e de Rudyard Kipling, fazendo com que o movimento escoteiro e as histórias da Jângal nunca fossem criadas. Os lobinhos percorreram 8 bases conquistando as joias do infinito/ Jangal para no final derrotar o vilão, salvando o escotismo e a Jângal. Além de muito aprendizado, os lobinhos se divertiram bastante!

As tropas escoteiras, realizaram um torneio de Caetebol e Polo de Super-Heróis, foi uma oportunidade de entrosamento das patrulhas das duas tropas e muita competição! Escoteiro que se preze não foge da água, nem da lama, por isso, as atividades da tarde foram divertidas, com o Campo Mimado (uma cama de gato de atolar até os joelhos), o Jogo do Kim na água e o Rugby de Heróis.

O ramo sênior fez uma atividade no lago utilizando balsas que eles construíram com bambu e boias, onde puderam se divertir e fortalecer os laços de amizade das patrulhas e da tropa.

Os pioneiros, obviamente, não ficaram de fora destas aventuras. O Clã que esteve envolvido na coordenação geral do Acamgesd teve, também, seus momentos de diversão: destaque foi o futebol de sabão, o jogo cheio de água e espuma que sempre gera muita diversão. Impossível esquecer do disputado jogo de caetebol com a sênior. O jogo com bastões e bolinhas animou pioneiros, sêniores e guias. Pena que empatou!

Os pais ficaram livres para acompanhar as atividades específicas dos seus filhos e no final da tarde se reuniram para preparar a esquete que foi apresentada no Fogo de Conselho.

Já é tradição: na última noite de um acampamento tem o Fogo de Conselho. Trata-se de um momento de reunião e confraternização ao redor do fogo para contar histórias, brincar, aprender, apresentar nossas esquetes, cantar e etc. Segundo Marianna da Matta, “nesse ano o Fogo foi lindo pois teve até a participação dos pais e todos ajudaram a derrotar o anti-escoteiro e espalhar o bem”.

Os lobinhos envolveram a todos em uma visita a um Museu diferente: à noite as estátuas ganhavam vida, e após uma delas ser roubada, ajudaram a encontrá-la!

Os escoteiros interpretaram uma grande competição entre Marvel e DC. A tropa Sênior relembrou que todos escoteiros somos super-heróis todos os dias, quando vivenciam a promessa escoteira. Os pioneiros apresentaram uma esquete que contou com a ajuda de cinco lobinhos, que receberam uma missão altamente secreta e que só pôde ser atendida por verdadeiros super-heróis: o poder da imaginação pode transformar realidades, inclusive as realidades escoteiras. E o que dizer da apresentação dos pais? Uma linda homenagem a todos os escotistas e jovens: o verdadeiro super-herói está dentro de nós. “Foi uma experiência muito legal, pois a apresentação dos pais foi muito animada e tenho certeza de que nossos filhos ficaram muito orgulhosos vendo a nossa participação”, afirma Alexandra Negri Michels.

Definitivamente, as esquetes são um dos pontos mais divertidos para todos envolvidos! E o mais emotivo? A canção da despedida! E poderíamos dizer que já estamos ansiosos pelo novo encontro, ao redor do fogo, no próximo Acamgesd.

Mas nosso dia apenas concluiu após os Jogos Noturnos!

A atividade dos lobinhos foi preparada pelos monitores e submonitores das tropas escoteiras: as alcateias foram muito eficientes ajudando os escoteiros a recuperar suas forças que haviam sido roubadas pelos magos – mas não foi simples: afinal, o desafio era localizar os magos na ordem correta, indicada por cores.

Já a atividade dos escoteiros e sêniores foi preparada pelos pioneiros. Uma looooonga aventura (o descanso só foi à 1 da manhã!!!) que exigiu trabalho em equipe, habilidades escoteiras e animação.

Terceiro e último dia, domingo:

O último dia de atividade começou muito animado: com uma zumba matinal conduzida pela mãe Claudia Vianna. Foi muito divertido e engraçado, pois as coordenações motoras (ou descoordenações) ficaram explícitas!

E a última atividade foi a Gincana da Família GESD. As equipes de heróis (Família Marvel, Os incríveis, Liga da Justiça, entre outros) foram convocados para um grande treinamento. Corrida kryptonita; Desafio dos ODS; Localizando os heróis perdidos e o Desafio Tetris foram algumas das provas enfrentadas pelos competidores. O resultado final? Heróis unidos transformam o mundo em um lugar melhor – isso é o que fazemos com o escotismo.

Mais um grande acampamento ficará registrado na história do nosso Grupo! Como disse Isabel de Moraes, “a expectativa era de coisas incríveis” e o que vivenciamos foi maravilhoso.

A experiência para os pais foi emocionante, “não basta apenas seguir as atividades, os pais devem estar envolvidos no cotidiano escoteiro do seu filho e acompanhar o seu desenvolvimento. Obrigada CFL por proporcionar essa oportunidade aos pais!”, compartilha Alexandra Negri Michels.

Paola dos Santos reforça, “como todas as seções, o Clã definitivamente não se decepcionou com o Acamgesd. Todos se divertiram, ninguém se machucou (gravemente), e o acampamento de grupo superou as expectativas.

Marianna da Matta complementa que o “Acamgesd é uma oportunidade para fazer novos amigos, de todos os ramos, que poderemos levar para a vida toda.”

O negócio, agora, é aguardar a próxima edição do Acamgesd em 2020!!!

Juntos podemos fazer coisas grandiosas!

Por Kaue Klingelfus Badia

Em 26/10/2019, as alcateias Kaa e Baloo junto com a Tropa Titan realizaram no Carrefour Champagnat de Curitiba o seu MutCom, convidando os clientes da loja a se somar a uma grandiosa ação: um projeto de arrecadação de itens básicos para o Projeto Vovó Otília.
Muitas pessoas não sabem o que é um MutCom, e se você é uma delas, aí vai a resposta: o MutCom é a sigla de “Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Comunitária”, uma atividade de mobilização nacional voltada à integração e colaboração dos Escoteiros do Brasil com a sociedade. O tema de 2019 foi Aventura Saudável. O que nossos escoteiros e lobinhos resolveram fazer? Uma forma de viver saudável é cuidar da nossa saúde mental. Para isso, contribuir para o bem-estar dos outros pode ser uma importante estratégia e foi isso o que fizemos!

Quem recebeu as doações?

O Projeto Vovó Otília, que foi desenvolvido em 1996, recebeu esse nome como uma forma do fundador homenagear sua progenitora. O projeto atende crianças de 03 a 05 anos de idade. As crianças são atendidas em 03 turmas: Maternal II, Jardim I e Jardim II e funciona de segunda a sexta das 08h às 17h. O projeto faz parte da Ação Social Edson Magalhães, que desenvolve importante trabalho para toda a comunidade de Piraquara. Conheça mais em https://acaosocial.org.br/creche-vovo-otilia/

E o nosso resultado?

No fim de tudo, nós escoteiros, lobinhos e escotistas do Santos Dumont, o Carrefour Champagnat e seus clientes arrecadamos 1 tonelada de alimentos, para ser mais exato, essas foram as quantidades: Açúcar: 51Kg; Arroz: 445Kg; Feijão: 97Kg; Fubá: 56,5Kg; Macarrão: 13,5Kg; Óleo: 59L; Azeite: 1,6L; Leite em pó: 3Latas; Achocolatado: 44 Pacotes/Latas; Pasta de dente: 100Unit.; Escovas de dente: 103Unit.; Sabonetes: 34Unit.; Leite: 198L; Papel higiênico: 16 Rolos. Os donativos tiveram um valor estimado de R$ 6.300,00.
No dia 29 do mesmo mês o CFL (Clube da Flor de Lis) entregou as doações à instituição Vovó Otília. “Pudemos sentir a felicidade da Coordenadora do Projeto, a Vanessa, que nos falou com lágrimas nos olhos que aqueles alimentos eram uma benção de Deus, pois seus estoques estavam bem baixos”, menciona a escotista Mariles Galkowski do CFL.
Nós escoteiros (e aqueles que não são, também) deveríamos fazer ações como essas sempre! Porque assim estaremos colaborando com a sociedade e nos preparando para a vida adulta, suas dificuldades e o convívio durante esse período da vida. Por este motivo eu gosto deste tipo de atividade e me senti honrado de poder contribuir.

Jovens e Escotistas do GESD recebem Princesa da Dinamarca

Por Giulia Brito de Oliveira e Priscila Vieira

No dia 23 de outubro de 2019 a Princesa Benedikte da Dinamarca foi recepcionada pelas escoteiras e escotistas de Curitiba, e claro, o GESD estava lá representado por 23 lobinhas, escoteiras, guias, pioneiras e chefes. Ela veio ao Brasil inaugurar o Instituto Benedikte que abriga 30 crianças de 0 a 12 anos. Por este motivo, tivemos a oportunidade de homenageá-la em um encontro que também reuniu o Prefeito Rafael Greca e sua esposa, grupos folclóricos e a Camerata de Curitiba.

Nós pudemos falar com ela. Eu, Giulia Oliveira, representando as lobinhas, e a Nina Kastrup, representando as escoteiras tivemos a oportunidade de fazer parte do discurso. Dissemos o honradas que estávamos de recebê-la na cidade, contamos sobre o movimento escoteiro no Brasil, a convidamos para o Jamcam em Foz do Iguaçu em janeiro de 2020 e ainda lhe entregamos três presentes: um lenço do Brasil, os pins de todos os ramos escoteiros e flores – uma tradição para a realeza.

Foi muito importante participar desse evento pois poucas pessoas encontram uma “princesa verdadeira”. E neste caso, é ainda mais inusitado, pois conhecemos uma princesa que conhece e respeita o Movimento Escoteiro!

Mas quem é a Princesa?

Em 29 de abril de 1944 nascia no Palácio de Amalienborg em Copenhague a segunda filha do Príncipe Herdeiro e da Princesa Herdeira da Dinamarca.

Benedikte Astrid Ingeborg Ingrid, mais conhecida como Princesa Benedikte é a segunda filha do Rei Frederico e sua esposa Ingrid. Ela é a irmã mais nova da Rainha Margarida II da Dinamarca e a irmã mais nova da Rainha Ana Maria da Grécia. Ela normalmente representa sua irmã mais velha em eventos.

Em 3 de fevereiro de 1968, na igreja do Palácio de Fredensborg, Benedikte casou-se com o Príncipe Ricardo, com quem teve três filhos: Gustavo, Alexandra e Natália. Como eles não foram criados na Dinamarca, perderam seus direitos do trono.

Ah, e por que só participamos meninas e mulheres? Esse foi um pedido da Princesa que é a patronesse das Bandeirantes (movimento similar ao escotismo, só que direcionado apenas a meninas).

Uma garra na Alcateia e um pé na Tropa Escoteira

Por Mariana de Castro Estevam

Dias 28 e 29 de setembro a Tropa Titan realizou o acampamento Medieval no Parque das Nascentes em Pinhais e para a minha surpresa fui convidada para participar deste acampamento, porque estou com um pé na Alcateia e o outro na Tropa.

Também estiveram neste acampamento alguns lobinhos das Alcateias Bagheera e da Kaa. Tenho que dizer que fui muito bem recebida pela chefia e pelos escoteiros da Tropa e pela Patrulha Águia, que estavam me esperando com uma sobremesa deliciosa, porque precisei chegar após o almoço.

Foi muito legal estar neste acampamento porque pude conhecer e vivenciar melhor o ramo escoteiro e ver que nele temos mais autonomia para algumas atividades, como cozinhar, que é algo que gosto de fazer.

Os dois dias foram desafiadores: os Vilarejos Aguium, Condorium, Falconium e Gavionium participaram do Grande Torneio de Teméria Titanium, com provas de comunicação, de artes, físicas e intelectuais.

De todas as atividades as que mais gostei foi o jogo noturno (um caça aos magos coloridos que queriam dominar nosso reino – ufa, alcançamos nosso objetivo!). Também gostei da atividade de domingo porque tinham desafios legais e interessantes (foi uma chance de conhecermos sobre quatro religiões diferentes, representadas por cada Vilarejo/Patrulha).

Obrigada chefia e escoteiros da Tropa Titan pelo convite, pelo acampamento e pela acolhida. Logo estarei com vocês na minha vida escoteira.