MutCom GESD 2021

O MutCom é o “apelido” que damos ao Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Comunitária. É uma atividade de mobilização nacional que tem por objetivo promover a integração e a colaboração dos Escoteiros do Brasil com a sociedade.

O Grupo Escoteiro Santos Dumont realizou diversas atividades vinculadas ao MutCom em 2021 e uma delas foi muito especial, pois envolveu todo o Grupo.

Recentemente as manchetes dos jornais foram dominadas pela situação delicada no Afeganistão.  Sensibilizados pela dor de muitos afegãs, nosso Grupo se somou à campanha de arrecadação de produtos de higiene pessoal, liderada pela Igreja Presbiteriana de Curitiba, que irá receber 10 famílias refugiadas, em torno de 110 pessoas.

Durante o mês de setembro a Família GESD recebeu as doações. O resultado foi um sucesso: 214 escovas de dente; 293 pastas de dente; 416 sabonetes; 153 shampoos/condicionadores e 136 outros itens. No dia 9 de outubro alguns jovens, escotistas e pais fizeram a entrega na sede da Igreja, no centro de Curitiba.

Estar “Sempre Alerta” para ajudar o próximo: esse é o nosso lema e o nosso compromisso! Nosso desejo é que as famílias afegãs que virão à Curitiba sejam bem recebidas e que possam reconstruir suas vidas com amor e paz.

GESD prepara Festa Julina e Fogo de Conselho

No dia 3 de julho de 2021 a Família GESD se reuniu para um encontro especial: Festa Julina e Fogo de Conselho. A atividade marcou o encerramento do semestre, mas também, marcou a fraternidade escoteira que nosso Grupo constrói há quase 63 anos.

Todas as bandeiras foram hasteadas para a abertura geral, afinal de contas, é justo comemorar que, apesar da pandemia, nosso Grupo manteve ativa suas atividades. Como toda boa festa julina, teve bingo, com direito a “prenda” para os que fizeram cartela cheia – famílias Kalluf, Pedrón e Zinher adoraram os brindes!!!

Sem comida não é festa, não é mesmo? Por isso uma base, bem docinha, foi especialmente dedicada para a preparação de uma pipoca mateira. E finalmente, uma base bem artística, garantiu as lanternas que utilizamos para a segunda parte da nossa atividade.

Nosso encontro concluiu com um Fogo de Conselho, que iniciou com várias mensagens de carinho do “Correio Elegante GESD”. Além disso, demos boas risadas com a esquete, preparada por jovens de todas as seções e escotistas, que nos ajudou a relembrar que apesar de o escotismo ser bem velhinho (já são 104 da fundação por Baden Powell) nossa promessa escoteira nunca sai de moda, jamais será “cringe”. E claro, para reforçar que acreditamos que logo estaremos juntos, nossa noite encerrou com a Canção Despedida ao som do violão e da gaita de boca, um presente dos chefes Giovanni Pedrón e Osmar Ponchirolli e do escoteiro Henrique Pedrón.

Agora, vamos recuperar energias e renovar esperanças de que logo estaremos pertinho e fazendo tudo que mais gostamos no escotismo: acampar, brincar, fazer amigos…

Slide do PowerPoint que possui todas as bandeiras do grupo.

Minha jornada de travessia

Por Valéria de Pedro Barbosa

Sabemos que neste tempo de pandemia as coisas não tem sido fáceis e as atividades que fazíamos tiveram que ser adaptadas. É óbvio que não é a mesma coisa mas se cada um fizer a sua parte e tiver boa vontade, podemos tirar proveito delas e nos divertir neste momento delicado.

A minha jornada de travessia, que aconteceu nos dias 18 e 19 de setembro desse ano não foi diferente. Sendo a última etapa para a Lis de Ouro, eu tinha muitas expectativas, e eu garanto que não podia ter sido mais especial.

Mesmo ela tendo sido dentro da minha casa em vez de uma trilha ou no meio do mato, foi um tempo muito bom para relembrar o tempo em que eu estive na tropa Senta a Pua, de agradecer por todas as aventuras que vivi, de lembrar do valor das minhas amizades e o quanto elas são importantes pra mim.

Foi uma jornada um pouco diferente do que eu esperava mas superou em muito as minhas expectativas. Ao longo dela, (graças ao trabalho incrível que a minha chefe assessora Carol fez) eu fui abrindo cartas a cada horário com tarefas pra fazer e eu amei todas, foram super especiais. Pela primeira vez eu fiz uma paella, que é o prato típico do meu país, e passei um tempo muito bom com meu pai.