Uma garra na Alcateia e um pé na Tropa Escoteira

Por Mariana de Castro Estevam

Dias 28 e 29 de setembro a Tropa Titan realizou o acampamento Medieval no Parque das Nascentes em Pinhais e para a minha surpresa fui convidada para participar deste acampamento, porque estou com um pé na Alcateia e o outro na Tropa.

Também estiveram neste acampamento alguns lobinhos das Alcateias Bagheera e da Kaa. Tenho que dizer que fui muito bem recebida pela chefia e pelos escoteiros da Tropa e pela Patrulha Águia, que estavam me esperando com uma sobremesa deliciosa, porque precisei chegar após o almoço.

Foi muito legal estar neste acampamento porque pude conhecer e vivenciar melhor o ramo escoteiro e ver que nele temos mais autonomia para algumas atividades, como cozinhar, que é algo que gosto de fazer.

Os dois dias foram desafiadores: os Vilarejos Aguium, Condorium, Falconium e Gavionium participaram do Grande Torneio de Teméria Titanium, com provas de comunicação, de artes, físicas e intelectuais.

De todas as atividades as que mais gostei foi o jogo noturno (um caça aos magos coloridos que queriam dominar nosso reino – ufa, alcançamos nosso objetivo!). Também gostei da atividade de domingo porque tinham desafios legais e interessantes (foi uma chance de conhecermos sobre quatro religiões diferentes, representadas por cada Vilarejo/Patrulha).

Obrigada chefia e escoteiros da Tropa Titan pelo convite, pelo acampamento e pela acolhida. Logo estarei com vocês na minha vida escoteira.

 


 

 

GESD participa das comemorações cívicas no Centro Cívico e na Fazendinha

 

Por João Vitor Gonçalves e Kauê Kligelfus Badia

No último dia 7 de setembro o Brasil comemorou 197 anos da sua independência. E os escoteiros não poderíamos ficar de fora desta celebração, que marca a independência do Brasil de Portugal – nosso país deixou de ser uma colônia, se tornando assim o Império do Brasil, para depois de muitos anos se tornar uma República. Foram convidados a participar diversos grupos escoteiros e seus membros juvenis para realizar o desfile e representar o movimento escoteiro.

Nosso grupo participou de dois momentos. No dia 31 de agosto, sábado, os escoteiros da tropa Titan se reuniram às 9 horas e desfilaram nas ruas do bairro Fazendinha das 11:30 às 12:15. Sete jovens prestigiaram o evento e desfilaram, dentre eles, 6 jovens recém-chegados à Tropa – isso sim é compromisso! Havia vários outros grupos paranaenses representando o escotismo do Brasil, com suas bandeiras. Em frente ao palanque saudamos com nosso lema “Sempre Alerta”.

No dia 07 de setembro, sábado, participamos do desfile no Centro Cívico. Todas as seções estavam representadas. Foram mais de 400 jovens representando a União dos Escoteiros do Paraná. Nos reunimos em frente ao Palácio Iguaçu às 8:00 para a concentração, e começamos a desfilar às 10:00 indo em direção ao Passeio Público, onde encerramos o desfile.

Respeito à nossa Pátria é um dos pilares da nossa promessa escoteira. Participar destas comemorações nos ajuda a reforçar este nosso compromisso. Sempre Alerta!

Tropa Escoteira Titan realiza no dia 24 de agosto a Jornada Três Poderes

Por João Vitor Gonçalves

O Escotismo permite que todo e qualquer assunto possa virar uma atividade escoteira. Um dos exemplos que eu tive dessa afirmação foi a Jornada dos Três Poderes que a Tropa Titan realizou no dia 24 de agosto. Ainda que em nossa progressão esteja previsto conhecer sobre como nosso país funciona, fazer isso em uma jornada foi muito legal.

As patrulhas foram desafiadas: para ganhar pontos deveriam responder às perguntas corretamente e completar os desafios para cada lugar – Câmara de Vereadores, Prefeitura de Curitiba – a antiga e a atual, Praça 19 de Dezembro, Tribunal do Júri, Assembleia Legislativa do Paraná e Palácio Iguaçu. Quando concluíamos uma tarefa, recebíamos uma carta-prego com indicações do próximo destino. Ao fim da jornada, acabamos no Museu Oscar Niemeyer. Ali a tropa se reencontrou e foi anunciada patrulha vencedora (Patrulha Gavião). As questões dos questionários nos levaram a descobrir o hino de Curitiba, o prefeito, governador do Paraná e várias outras coisas que nós não sabíamos.
Descobrimos sobre a teoria dos 3 poderes, apresentada por um francês, chamado Charles de Montesquieu. Ele falava que para uma administração de um território funcionar, era necessária a divisão dela entre três poderes principais: Legislativo, Executivo e Judiciário. Além do mais, acrescentou que, para que funcionassem, os três poderes nunca poderiam estar na administração de uma mesma pessoa, derrubando as ideias monarquistas da época. Pois, em uma monarquia, além do rei estar acima dos três poderes, ele controla os mesmos. Nessa teoria ele determinou que o poder Legislativo criava as leis, o Executivo executava as leis e o Judiciário era responsável pelo julgamento caso alguém descumprisse as leis e estabelecia a punição do indivíduo, quando necessário.
Enfim, foi mais um momento de nos aventurarmos pelo centro da cidade, além de conhecermos um pouco mais a sociedade onde vivemos. Que venha a próxima!

Patrulha Falcão realiza acantonamento aventura!

Por Gabriel Henrique Vernizze Dalke

Nos dias 17 e 18 de agosto de 2019 a patrulha Falcão da Tropa Escoteira Titan do Grupo Escoteiro Santos Dumont acantonou na casa do Escoteiro Caetano.  Com a participação dos dez integrantes da patrulha, foram feitas várias atividades diversificadas e interessantes.

Os escoteiros da Patrulha Falcão se encontraram as 15:00 horas do dia 17 na casa do Escoteiro Caetano, que os direcionou até o salão de festas do prédio onde fizeram seu acantonamento. Depois que todos estavam presentes, junto com as Chefes Priscila e Maju, nós iniciamos as atividades programadas.

A primeira atividade que fizemos foi com argila. Cada integrante da patrulha fez um tipo de artesanato com esse material. Dentre os utensílios feitos temos como exemplo saboneteira, vasilha e uma cabeça de cabra entre outros.

Nossa segunda atividade foi na piscina, brincamos de guerra de galo, basquete e vôlei. Encerrada a atividade na piscina tomamos banho, nos trocamos e fomos jantar. O senhor Murilo, pai do escoteiro Caetano, fez petiscos de carne, queijo e pão de alho.

Após o jantar fizemos nosso jogo noturno programado pela Monitora Izabella. Esse jogo consistia em achar pedaços de barbantes coloridos, cada cor tinham um valor determinado. O barbante branco valia 1 ponto e o barbante vermelho 3 pontos. Quem acumulasse um valor maior ganhava o jogo. Terminada essa atividade fomos para o fogo de conselho.

Em nosso fogo de conselho contamos várias histórias de terror e assamos marshmallows na fogueira. Depois disso arrumamos nossas coisas para dormir, trocamos de roupa e ficamos jogando alguns jogos de tabuleiro. Encerramos o dia.

No dia 18, após acordarmos, arrumamos o salão guardando nossas coisas e depois tomamos nosso café da manhã. Nossa primeira atividade da manhã foi brincar de esconde-esconde e jogar jogos de tabuleiro novamente.

Encerrada essas atividades fomos almoçar, fizemos churrasco e de sobremesa tomamos sorvete. Terminamos de almoçar e nossos pais já estavam à espera para nos levar para casa.

Este nosso acantonamento foi super divertido.

O lobinho faz todos os dias uma boa ação

Meu nome Helena é Helena Naranja Blitzkow, sou do Grupo Escoteiro Santos Dumont (GESD 20-PR), da Alcateia Bagheera.

Estou trabalhando para conquistar a minha Insígnia da Boa Ação e o projeto que escolhi apoiar foi o “Médicos de Rua”. Este projeto é formado por médicos e profissionais da saúde que atendem as populações carentes e que não tem condições de buscar tratamento.

No dia 17/08 eu e minha Alcateia fizemos uma ação de arrecadação no Supermercado Michel, pedindo doações de itens de higiene para entregar ao projeto Médicos de Rua.

Conseguimos 780 itens: escovas de dentes, aparelho de barbear, fio dental, pasta de dentes, shampoo e sabonete. Muitas pessoas ajudaram e gostaram da nossa ideia.

Agradeço o apoio de minha chefe assessora, Carla Priscila Andrade e de toda minha Alcateia. Fico feliz em poder ajudar este projeto e devemos sempre fazer o bem, não importa a quem.

Uma viagem ao Velho Oeste norte-americano

Por Sofia Magagnin Buchelt e Izabella Güther Camati

Fotos de Messias Rodrigues

Nos dias 20 a 22 de junho de 2019 ocorreu o Acamtropas com o tema Velho Oeste (tema escolhido por meio de votação pelos jovens). O local escolhido foi a Estância Ilha Verde, um espaço bem grande e bonito. Lá tivemos a chance de nadar na represa Rio Verde, a qual abastece boa parte de Campo Largo e Araucária, no Paraná. Contamos com a presença de 108 jovens, 27 escotistas e 3 pais de apoio.

O acampamento foi organizado pela Tropa Titan e Senta a Pua, do Grupo Escoteiro Santos Dumont, e pelas tropas dos Grupos Escoteiros Marechal Rondon (39-PR), Pedro Macedo (301-PR), Tapejara (23-PR) e do Ar Thalia (21-PR).
As patrulhas foram organizadas em 6 subcampos: APACHE, COMANCHE, CHEROKEE, SIOUX, NAVAJO e CREEK (cada subcampo continha de 3 ou 4 patrulhas).

No primeiro dia, cada grupo se encontrou na sua sede às 7h da manhã para ir ao local, onde chegaram às 9h. Às 9:30 participamos da abertura geral do acampamento, com o hasteamento das bandeiras e a divisão dos subcampos. Às 10h começamos a montagem dos campos: foram montados os toldos, barracas e nossas “cozinhas”. Logo depois fomos liberados para fazer o almoço e nos aprontarmos até 13h, quando as atividades realmente começaram. As atividades foram divididas em bases administradas pela chefia. Após as atividades, tivemos um tempo para tomar banho e jantar.

De banho tomado e barriga cheia, tivemos o nosso “Caça ao coiote”, ou melhor, nosso jogo noturno. O jogo consistia em a patrulha encontrar chefes, os ditos coiotes, que estavam escondidos.  Em seguida tivemos a tão esperada festa de integração, que foi recheada de doces, música e muita diversão. A festa também teve Correio elegante, Cadeia, Boca do palhaço, Argola e Pescaria, brincadeiras bem típicas festa junina, se assim podemos dizer.

No segundo dia o alvorada foi às 7h da manhã e a bandeira às 7:30. Depois tivemos tempo para o café da manhã e higiene pessoal. Às 9h iniciamos as atividades por subcampos nas bases. Às 14h tivemos tempo para o almoço e logo em seguida voltamos nossa jornada pelo velho oeste até escurecer, quando tivemos que interromper as atividades por conta do tempo, então, fomos autorizados para fazer o jantar.

Na parte da noite, aconteceu a “Corrida de orientação noturna”, onde as patrulhas tiveram que achar o azimute e responder perguntas secretas. Mais tarde, nos reunimos para o Fogo de Conselho, um momento para reflexão e entretenimento. Nele os subcampos apresentaram esquetes e palmas dignas de óscares. A canção da despedida foi emocionante (como tem que ser, imaginamos).

No nosso último dia, atrasamos um pouco e acordamos às 7:30 e logo em seguida fizemos a bandeira.
Depois do café da manhã cada subcampo preparou 4 atividades para serem feitas até o meio-dia. Nosso subcampo (CREEK), escolheu as seguintes atividades: Aranha, Buldogue, Bastão Elétrico e Pulmão de Ferro. Foram atividades intensas e divertidas. O almoço foi coletivo, comemos pão com linguiça. Ah, damos destaque para a deliciosa maionese preparada pela chefia. Após o almoço tivemos a batalha de locomotivas, onde disputamos para ver qual trem sairia ileso da guerra das bexigas de água e baldes de lama!

Por final o encerramento do acampamento… onde declararam o empate entre os 6 subcampos! Depois desses incríveis 3 dias de diversão e aprendizado, nós entramos no carro e nos despedimos do nosso amado e eterno velho oeste.

Notas da autora: Sofia B.
Desde pequena eu sempre quis participar do movimento escoteiro, mas meus pais nunca me colocaram, pois na época não tínhamos condições. Quando conheci a Iza ela não parava de falar como fazer escotismo era importante. Então, eu falei com meus pais e finalmente os convenci. Eu entrei bem no dia da Hamburgada (que aconteceu há apenas algumas semanas). Foi um dia incrível, o qual já percebi o quanto o escoteiro é amigo, companheiro e leal. Nesse mesmo dia eu me inscrevi, e não me arrependo. Nesse feriado tive a oportunidade de participar do meu primeiro acampamento. Foi incrível! Posso dizer que vai ficar para a vida toda na memória de todos os momentos que vivemos lá. E espero que muitos outros surjam!

Notas da autora: Izabella C.
Estou no movimento escoteiro já há 7 anos e 3 meses.
Acampo já há 7 anos e três meses.
Troco festas e passeios por atividades já há 7 anos e 3 meses.
Eu iniciei a melhor parte da minha vida há 7 anos e 3 meses.
O escotismo me trouxe inúmeras oportunidades, milhares de memórias, e o mais importante, pessoas maravilhosas, as quais eu pretendo compartilhar o resto da minha vida.

*Queria agradecer especialmente o chefe Gabriel Oleski (Gabo), por ter insistido em procurar meu lenço no escuro… muito obrigada por não ter desistido, nem quando disseram que ele já havia se perdido. Sou eternamente grata pelo seu esforço!

Tropas SAP e Titan se unem para despiche da rua XV

Por Valéria de Pedro Barbosa

No dia 16 de junho de 2019 os escoteiros das tropas Senta a Pua e Titan do GESD e dos GE São Judas Tadeu e Tapejara participaram de uma atividade de despiche na Rua XV. A ação fez parte da programação do Mutirão Nacional de Ação Ecológica- Muteco – de 2019, evento realizado por escoteiros de todo o Brasil. Realizamos essa atividade colocando em prática o aprendizado de que devemos deixar o mundo melhor que o encontramos.

Iniciamos nosso dia às 8:30 com um café da manhã que a ACP (Associação Comercial do Paraná) fez de boas vindas aos jovens. Em seguida começamos os trabalhos de despiche em diversos estabelecimentos nos quais fomos autorizados pelos proprietários. Enquanto estávamos com a mão na massa pessoas que passavam e nos viam, comentavam e fotografavam nosso trabalho e até aparecemos no telejornal Bom Dia Paraná (clique aqui para ver o vídeo).

Foi uma atividade que nos fez refletir sobre como nós, com pequenas atitudes, podemos fazer a diferença na nossa sociedade. Espero que a ação sirva de exemplo para todos, nós como escoteiros devemos praticar boas ações diárias e incentivar que outras pessoas também pratiquem. Além disso, a cidade é nossa, o patrimônio dela é de todos e é nosso dever cuidar bem dela.
Foi uma honra ter tido a oportunidade de participar de uma atividade com uma causa tão bonita, obrigada à chefia e a todos que puderam colaborar.

Não perca a Noite das Sopas do GESD

O inverno chegou e a já tradicional Noite das Sopas do GESD está marcada para o dia 06 de julho, na sede do grupo. São cinco deliciosas sopas que serão preparadas com muito carinho pela equipe do Clube da Flor de Lis e pais voluntários para aquecer os corações e espantar o frio.

O ingresso adulto custa R$ 25,00 e o ingresso para lobinhos (de 6 a 11 anos) custa R$ 15,00. Quer levar para casa? Duas sopas custam R$ 27,00. E o mais legal é que todo o lucro do evento será destinado para a compra e renovação de materiais para os nossos jovens poderem praticar o Escotismo com ainda mais segurança.

E não bobeie! Os ingressos são limitados e estão à venda até o dia 29 de junho, na sede do grupo. Se quiser mais informações, escreva para gesd@gesd.org.br.

Esperamos vocês lá!

Segunda Hamburgada da Titan foi um sucesso

Por Arthur Teixeira

Dia 1º de junho a Tropa Titan realizou a segunda edição da Hamburgada Titan. Nosso dia começou cedinho pois tínhamos que preparar o local, o molho especial, preparar o alface, tomate e cebola. Além disso, preparamos o melhor hamburguer de todos os tempos (uma receita para lá de especial e que se tornou uma tradição da tropa).

O almoço foi preparado pelos monitores. E foi o melhor almoço que eu já comi fora de casa. Por quê? Porque era macarrão à bolonhesa!

Após abertura geral, onde anunciamos a festa que estávamos preparando à todo o grupo, voltamos a trabalhar duro, mas também nos divertimos: foi necessário preparar o caixa, organizar o atendimento, a montagem dos hambúrgueres, servir a bebida e, finalmente, garantir a limpeza final, afinal, como nos ensinou BP: o escoteiro procura deixar o lugar um pouco melhor do que o encontrou.

Foi uma festa de sucesso: vendemos mais de 200 combos (hambúrguer + bebida). Pelos comentários, o sabor estava delicioso. E a nossa animação garantiu mais uma atividade de sucesso.

ANO QUE VEM TEM MAIS UMA EDIÇÃO DA HAMBURGADA DA TITAN. VENHA APROVEITAR!

Jornada de Travessia – uma aventura escoteira

Por André Yassuo Freitas (na foto, com Júlia Freitas e Priscila da Paz Vieira)

No dia 19 de maio aconteceu no caminho do vinho em São José dos Pinhais a Jornada de Travessia de 3 jovens da Tropa Escoteira Mista Titan. A Jornada de Travessia é uma grande etapa da progressão do jovem escoteiro, onde todos os seus ensinamentos são testados. Além disso, é uma oportunidade para fazer reflexão de todo seu tempo na tropa, sobre seus amigos e sua família. Com muita determinação é que os três jovens cumpriram sua trajetória no ramo escoteiro e agora estão preparados para uma nova caminhada, dessa vez em outra seção.

A jornada de quase 20 Km foi uma experiência única: além de passar por lugares peculiares que contam a história de imigrantes do século passado e suas famílias, com apreciáveis ‘’petiscos’’ ao longo do percurso , foi possível conhecer sobre como era a sociedade antiga e de como acharam uma salvação nas plantações.

Os escoteiros André Freitas, Larissa Giuliani e Theo Macedo foram acompanhados respectivamente por Júlia Freitas, Rafaela Teixeira e Gabriel Mocellin. Esses foram os seis aventureiros que se arriscaram nesse inesquecível episódio que será lembrado para o resto de suas vidas! ‘’Refleti sobre meu tempo na tropa e meu esforço para sempre dar o melhor de mim. Ensinar e aprender com os novos, tenho certeza que serão ótimos escoteiros no futuro. Sentirei falta de todos, me diverti muito, mas sei que tenho que seguir em frente, agora no ramo sênior!’’, pondera André.

Apesar do cansaço da jornada, no final todos se reuniram e tomaram um belo café colonial. Foi a chance de discutir sobre os momentos finais na Titan até a iminente passagem desse grande trio.

Gabriel Mocelin, Theo Macedo e Priscila da Paz Vieira.

Priscila, Larissa Giuliani e Rafaela Teixeira.